Weby shortcut

ARTIGO - Fuga de cérebros (2005)

Atualizado em 02/04/15 11:56.

Fuga de cérebros (2005)

O presente trabalho discute o processo de migração de brasileiros a partir dos dados do Itamaraty sobre brasileiros no exterior. A análise dos dados nos aponta para duas frentes hegemônicas de deslocamentos: a) para países fronteiriços e b) para os chamados países desenvolvidos. No primeiro caso prevalece as migrações de mão-de-obra não-qualificada já no segundo há uma predominância da mão-de-obra intelectualizada.

Para discutir este tipo de deslocamento utilizamos os conceitos de intelectual, mercado de trabalho e fuga de cérebros e desenvolvimento. Concluímos que a migração da mão-de-obra qualificada pode comprometer o desenvolvimento dos chamados “países em desenvolvimento”.

Listar Todas Voltar