Weby shortcut 1a5a9004da81162f034eff2fc7a06c396dfddb022021fd13958735cc25a4882f

Desaparecidos Civis: um problema de gênero e geracional

Atualizado em 03/07/15 19:15.

Capa - construindo igualdade

Informações: 

OLIVEIRA, D. D. . Desaparecidos civis: um problema de gênero e geracional. In: Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres. (Org.). 3o. Prêmio Construindo a Igualdade de Gênero. 1ed.Brasília: Presidência da República/SPM, 2008, v. 1, p. 79-94. 

Resumo:

O livro 3° Prêmio Construindo a Igualdade de Gênero é organizado pela Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, para a divulgação dos trabalhos finais do concurso promovido em 2008. O prêmio é uma organização conjunta do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e a Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres (SPM/PR) e do Ministério da Educação (MEC) Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), o Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher (UNIFEM), e integra o Programa Mulher e Ciência da SPM.

A Comissão Julgadora selecionou três ganhadoras/es para cada categoria e homenageou quatro trabalhos com a Menção Honrosa. A Comissão foi composta pela vice-presidente do CNPq, Wrana Maria Panizzi, nomeada como presidente da comissão, e integrada pelos professores Durval Muniz de Albuquerque Júnior da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Bila Sorj da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Eva Alterman Blay da Universidade de São Paulo, Pedrinho Arcides Guareschi da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Deis Elucy Siqueira da Universidade de Brasília, e a professora Wivian Weller (UnB).

Na “Categoria Graduado” o primeiro capítulo se intitula “A Dimensão do Enfoque de Gênero no Programa Bolsa Família: ranços e avanços na promoção do empoderamento das mulheres nos municípios baianos” de Bárbara Maria Santos Caldeira – Universidade Católica de Salvador. O segundo trabalho trata-se de “Economia Feminista: uma proposta epistemológica em defesa do pluralismo” de Brena Paula Magno Fernandez – Universidade de São Paulo. O terceiro trabalho é “O Jovem Macho e a Jovem Difícil: sexualidade, subjetividade e governo no discurso curricular” de Shirlei Rezende Sales do Espírito Santo – Universidade Federal de Minas Gerais.

Na categoria “Menção Honrosa” estão publicados dois ensaios. O primeiro se intitula “Desaparecidos Civis: um problema de gênero e geracional” de Dijaci David de Oliveira – Universidade de Brasília. O segundo é “Presença da imprensa feminista no Brasil” de Elizabeth da Penha Cardoso – Universidade de São Paulo.

Na “Categoria Estudante de Graduação” estão publicados três artigos. O primeiro chama-se “Penetras no Clube do Bolinha: a carreira política das mulheres na Câmara dos Deputados” de Fernanda Nunes Feitosa Barros – Universidade de Brasília. O segundo é “Relações de Gênero e Rock’ N’ Roll: um estudo sobre bandas femininas de Florianópolis” de Rodrigo Cantos Savelli Gomes – Universidade do Estado de Santa Catarina. Já o terceiro se intitula “Participação Política e as Relações de Gênero: o caso do orçamento participativo de Belo Horizonte” de Uriella Coelho Ribeiro – Universidade Federal de Minas Gerais”. Nesta categoria foi publicado ainda duas Menções Honrosas. Tratam-se de “Um Estudo Exploratório sobre o Turismo Sexual na Cidade de Salvador, através da visão dos facilitadores dessa prática” de Daphne Oliveira Soares – Universidade Federal da Bahia e “Autonomia e Projetos Profissionais das Jovens na Agricultura Familiar do Rio Grande do Sul” de Lucas Coradini – Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

O livro conta ainda com duas outras partes. A Categoria Estudante de Ensino Médio com redações premiadas na etapa nacional onde estão os trabalhos “Marias de Nascimento” de Isabella Luchi Coutinho – Centro Federal de Educação Tecnológica – Vitória – ES, “O Encontro: da diversão à reflexão” de Fernanda Resende Serradourada - Colégio Olimpo – Goiânia – GO e “Uma Certa Maria” de Leonardo Francisco de Azevedo - Colégio Tiradentes - Lavras – MG.

A última parte destina-se às publicações das Redações premiadas na etapa por Unidade da Federação. De ALAGOAS está o trabalho “Onde estão às mulheres negras na história e nos espaços de poder?” de Jones Pedro Gomes - Escola Estadual Dr. Antônio Gomes de Barros – Novo Lino – AL; do CEARÁ, “Os homens podem ser feministas?” de Raul Holanda Oliveira Magalhães - Escola de Ensino Fundamental e Médio Deputado Joaquim de Figueiredo Correia – Iracema – CE; de DISTRITO FEDERAL, “Cavalos marinhos” de João Paulo Sousa Maciel – Centro de Ensino Médio nº 01 de São Sebastião – DF; do MARANHÃO, “A importância das lutas feministas e o apoio masculino” de Danilo Almeida Silva - Centro de Ensino Inácio Passarinho – Caxias – MA; de MATO GROSSO, “Nem apenas eu, nem outro você, mas sim um pouco de nós” de Maiara Larissa Daronco - Colégio Mãe da Divina Providência – Primavera do Leste – MT; do PARÁ, “O sexo e a bunda na sociedade neoliberal” de Zilmara Zamyla da Silva Almeida - Colégio Pitágoras de Carajás – Parauapebas – PA; de PERNAMBUCO, “As aparências enganam” de Adélia Andrade de Araújo - Escola de Aplicação Prof. Chaves – Aliança –PE, do RIO DE JANEIRO, “O Poeta e o Doce Desprezo” de Pedro Eduardo Ferreira - Centro de Estudos Supletivos - Petrópolis – RJ; do RIO GRANDE DO NORTE, “Igualdade, antes tarde do que nunca” de Mikael Nilton de Araujo - Escola Estadual Vicente de Fontes – João da Penha – RN, do RIO GRANDE DO SUL, “De jaleco e salto alto” Melissa Vanzella - Instituto Rio Branco – São Leopoldo – RS; de RONDÔNIA, “A importância da atuação da mulher na sociedade” de Bruna Angélica Borges - Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Carlos Gomes – Cocoal – RO; de SÃO PAULO, “Temas que não ganham concursos” de Filipe de Freitas Serafim - Escola Municipal de Ensino Médio Vereador Antonio Sampaio – São Paulo – SP. Ainda tiveram as Menções Honrosas “Igualdade de Gênero e Homofobia: Uma Política Por Construir” de Valdemar Alves Ferreira - Escola Estadual Prudente de Moraes – São Paulo – SP e “Mulher Brasileira for export: carnaval, favela e bunda” de Eraldo Souza dos Santos – Centro Federal de Educação Tecnológica – São Paulo – SP.

 

 

Listar Todas Voltar