Weby shortcut 1a5a9004da81162f034eff2fc7a06c396dfddb022021fd13958735cc25a4882f

O Mito da Periculosidade do Jovem na Mídia Impressa Goiana

Atualizado em 22/08/15 17:19.
Título: O Mito da Periculosidade do Jovem na Mídia Impressa Goiana
Autora: Gardene Leão de Castro Mendes
Ano: 2013
In: Artigo apresentado no  XV Congresso de Ciências da Comunicação na Reigão Centro-Oeste, Rio Verde (GO)
Resumo:
Este trabalho busca verificar como os jovens são significados pela mídia impressa goiana, analisando, especificamente, a cobertura do jornal Daqui. A partir das análises feitas, pode-se perceber que o jovem pobre das periferias urbanas é representado nos enunciados do Daqui de forma estigmatizada, sedimentando um imaginário no qual a prática de seu extermínio parece ser aceita e autorizada. A cobertura do jornal dá grande espaço para assuntos relacionados à criminalidade e ao preconceito diante do jovem infrator ou usuário de drogas, sendo que temáticas como a cultura, o esporte, a educação, entre outras, raramente são abordadas. Os enunciados produzidos pelo Daqui colaboram por cristalizar a aceitação de homicídios de jovens pobres, estimulando a criminalização, o preconceito e a invisibilidade dos mesmos
Acesso ao artigo: aqui
Listar Todas Voltar