Weby shortcut 1a5a9004da81162f034eff2fc7a06c396dfddb022021fd13958735cc25a4882f

Tese michele

Atualizado em 22/08/15 18:02.

Título: Os dados sobre homicídio doloso em Goiás como um problema sociológico
Autor (a): Michele Cunha Franco
Orientador (a): Dalva Borges Souza  

Ano: 2014
Tipo:  Tese

Local: Programa de Pós Graduação em Sociologia - FCS/UFG

Resumo: 

O crime de Homicídio doloso é além de problema social, um problema sociológico. A análise a respeito de como o Estado produz dados acerca deste crime possibilita que se perceba a maneira que esse Estado lida com o problema. Nesta tese se analisa : a) a produção de dados no sistema jurídico punitivo do Estado de Goiás a respeito de homicídios dolosos; b) dois Planos de Segurança Pública propostos pelo governo de Goiás em 2011 e 2012 e, c) setenta processos sentenciados relativos a crimes de homicídio intencional ocorridos em Goiânia em 2007 e 2008. O objetivo é perceber como o estado de Goiás opera em relação ao crime em análise ou, em outras palavras, como exerce o monopólio da força. Para tanto, são cotejados estudos empíricos e teóricos a respeito do crime de homicídio, assim como reflexões teóricas a respeito da maneira pela qual o Estado pratica ou exerce seu poder. A análise qualitativa de processos concluídos se deu no sentido de perceber se as evidencias ali encontradas - quer no que diz respeito ao perfil dos atores (vítimas e réus) ou às circunstâncias em que os crimes ocorreram e aos motivos que os ensejaram – corroboram os estudos empíricos a respeito do crime assim como as teorias utilizadas no sentido de compreender de que maneira as práticas do Estado no exercício do monopólio da força podem estar ligadas a escolhas feitas em relação à parcela da população que protagoniza o que se pode chamar de uma tragédia brasileira que vitima anualmente cerca de cinquenta mil pessoas , principalmente homens jovens , pobres e negros.

Palavras-chave:

homicídio, dados, segurança pública, monopólio da violência, práticas

Acesso: AQUI

Listar Todas Voltar